Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.
RESOLUÇÃO VI: O projeto nacional-popular, o apoio ao companheiro Ciro Gomes, e a filiação democrática no PDT
agosto 27, 2017
Raphael Martinelli: homem de ferro da ALN e nosso amigo camarada
setembro 18, 2017

Clara Charf: uma pequena homenagem para uma grande Camarada

No último sábado, 9 de setembro, alguns militantes da Organização A Marighella foram destacados para prestar homenagem a grande Camarada Clara Charf.

Em meio a uma tarde ensolarada, a capital paulista foi palco de um emocionante encontro entre marighellistas e a Camarada Clara Charf, companheira do eterno Comandante Carlos Marighella.

O objetivo do encontro era a realização de uma singela homenagem da Organização A Marighella para uma grande camarada. Em especial, a homenagem foi marcada pela entrega de uma placa de gratidão por toda trajetória de lutas da camarada Clara Charf, sempre em defesa do povo brasileiro, do Socialismo e da Revolução, ao longo de seus 92 anos de vida. Além disso, foram entregues uma bandeira da A Marighella, um broche e um exemplar da reprodução do Mini-Manual do Guerrilheiro Urbano feita pela Organização, como formas de presentes simbólicos para Clara.

Nascida em 17 de julho de 1925, em Maceió (Alagoas), Clara ingressou no Partido Comunista do Brasil ainda na juventude nos anos 40. Aeromoça de profissão, Clara serviria de mensageira do Partido. Em seguida, por sua tenaz disciplina, acabaria sendo eleita “Princesa da Classe Operária”, posto à época conquistado não por beleza, embora com esse nome, mas sim pela agitação e propaganda nas vendas de materiais do Partido. Devido a sua notória competência, Clara assumiria um importante cargo de assessora parlamentar da histórica bancada comunista de 1945, que seria cassada logo depois. Foi nesse período que Clara conheceu o então Deputado Federal Constituinte Carlos Marighella. E para desespero de seu pai, Gdal Charf, que era contrário à militância e ao relacionamento amoroso com o parlamentar, Clara, com ajuda de amigas, dentre as quais a deputada estadual comunista de Pernambuco Adalgisa Cavalcanti, conseguiu fugir para viver com seu grande companheiro de vida, o nosso eterno Comandante Marighella.

Ao lado de Marighella, por tantos anos, seja na legalidade, seja na clandestinidade, Clara jamais pensou em parar de lutar. Inclusive, hoje, aos 92 anos, mesmo enferma, segue uma rotina de estudos, diálogos e colaboração social, especialmente na pauta das mulheres pela paz e contra a violência doméstica.

Emocionada com a pequena homenagem da militância marighellista, Clara comentou seu período ao lado de Marighella, a dificuldade da clandestinidade, e pontuou sua visão sobre a conjuntura atual, além de dialogar sobre os fatores do rompimento de Marighella com o PCB, bem como sobre os 50 anos do VI Congresso, ora polêmico congresso que marcou a saída de centenas de revolucionários daquele partido.

Clara Charf sobreviveu à perseguição anticomunista do Governo Dutra, sobreviveu e resistiu contra a ditadura militar, depois fez história na causa das mulheres brasileiras, e batalhou muito por memória, verdade e justiça, pela honra de Marighella e de seus camaradas da Ação Libertadora Nacional (ALN).

Por tudo isso, Clara Charf é muito mais do que a “companheira” de Marighella. Clara Charf é uma Guerrilheira, Heroína da Pátria Brasileira! Um símbolo, um exemplo militante para as mulheres e homens da Organização A Marighella – Construção do Partido Revolucionário.

Viva nossa camarada Clara Charf!

Clara, Guerrilheira! Heroína da Pátria Brasileira!

 

Outras fotos e vídeos registrados no emocionante encontro serão disponibilizados em breve no novo portal do Centro Cultural Camarada Velho Toledo (CCCVT), ainda em construção.